Meus queridos, hoje o assunto é bastante sério! Um alerta que quero fazer aos pais. Dados do Ministério da Saúde apontam 608 mortes (o dobro do ano passado) por complicações decorrentes da gripe pelo vírus da influenza, grande parte delas pela síndrome aguda respiratória. E por que essas mortes aconteceram?

O balanço da campanha deste ano não deixa dúvida: a cobertura da vacinação das crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas que debilitam o sistema imunológico, como as cardiopatias, ficou muito abaixo do necessário para proteger esses grupos que são os mais vulneráveis a essas complicações respiratórias.

As pessoas estão deixando de se vacinar, e isso é muito sério, minha gente! Vacinem seus filhos contra a gripe todos os anos sem qualquer dúvida, principalmente se eles tiverem menos que cinco anos de idade, mas também acima disso. No caso das crianças cardiopatas que tomam anticoagulantes, a vacinação deve ser feita pela via subcutâneo profunda e não intramuscular, como nas outras pessoas. Isso para minimizar o risco de hematomas.

Então, deixo aqui a minha mensagem final: vacinem sem qualquer vacilo! Vamos proteger as nossas crianças!