A melhor forma que eu encontro de deixar claro para vocês que Sim, o tratamento de cada criança com cardiopatia congênita vale a pena, é registrando aqui o seguinte dado:

Após cerca de 8 décadas desde que a primeira cirurgia cardíaca pediátrica foi realizada no mundo, atualmente já temos mais adultos congênitos do que crianças congênitas.


Isto significa que as crianças com cardiopatia congênita sobrevivem, crescem e se tornam adultos!

Confie no seu filho, no cardiologista dele e em Deus!! E juntos vamos ajudá-lo a ter a vida com a qualidade que ele merece!