Olá meus queridos, tudo bom? Este é um dos conteúdos do meu do projeto “Pupilos da Dra. Vanessa”, que irá contar com a presença de estudantes e profissionais da área da saúde, trazendo conteúdos exclusivos para vocês!

Por Natasha de Souza &  Dra. Vanessa Guimarães –  CREMESP 118.641

O coração é formado por duas bombas distintas e, a partir daí, pode-se definir a pequena e a grande circulação.

O lado direito bombeia o sangue para os pulmões, o que caracteriza a pequena circulação e o lado esquerdo bombeia o sangue para os órgãos periféricos, o que caracteriza a grande circulação.

O sangue que vem da cabeça e dos membros superiores (braços) chega ao coração, pela veia cava superior e o sangue que vem do tronco e dos membros inferiores (pernas) chega pela veia cava inferior.

As duas veias cavas (superior e inferior) desembocam no átrio direito, já no coração.

O sangue sai do átrio direito, passa pela valva tricúspide (que possui três folhetos/como se fossem “portinhas”) e chega a uma cavidade, chamada ventrículo direito.

Do ventrículo direito, o sangue passa pela valva pulmonar e chega à artéria pulmonar.

Essa artéria divide-se em duas (uma que vai levar o sangue para o pulmão direito e outra que vai para o pulmão esquerdo) e chega aos pulmões.

Nos pulmões, o sangue vai receber o oxigênio e eliminar o gás carbônico, liberando-o para o ambiente.

Depois do sangue já ter recebido o oxigênio, ele é coletado pelas veias pulmonares (que são quatro) e ele é transportado até chegar a uma cavidade chamada átrio esquerdo.

Já no átrio esquerdo, o sangue irá passar pela valva mitral (que possui dois folhetos/“portinhas”), cai no ventrículo esquerdo e ele manda o sangue para o arco aórtico, a fim de chegar a todos os tecidos do corpo.

– Dra. Vanessa Guimarães: Cardiologia pediátrica, UTI cirúrgica e Transplante Cardíaco –