Por Dra. Vanessa Guimarães

Outubro Rosa chegou! Mês de conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama, tumor que mais mata mulheres no Brasil. Sim, ainda!

E esse fato tem que ser mudado, especialmente porque a doença pode ser curada, se o diagnosticado acontecer logo no início e o tratamento, na sequência. E quando se fala em prevenção, a visita periódica ao ginecologista, pelo menos uma vez ao ano, é imprescindível, assim como a realização da mamografia anualmente.

Isso porque nos estágios iniciais, o tumor não é palpável pelo auto-exame da mama que as mulheres devem fazer com frequência, mas, apenas, por exames de imagem como ultrassom e mamografia.

A atenção deve ser redobrada para as mulheres que têm história de câncer de mama na família! O acompanhamento médico delas deve ser ainda mais rotineiro. Agora vocês devem estar se perguntando o motivo de uma cardiopediatra se preocupar com o assunto, a ponto de fazer um post em suas mídias sociais, não é mesmo?

Eu explico. Quando lidamos com a saúde da criança, é impossível não ter um olhar atento também para a família e, em especial, para a mãe, essa figura de cuidado e afeto fundamental para a saúde e bem-estar do filho, principalmente na primeira infância.

Nas minhas consultas, eu sempre pergunto pela saúde dos pais e não me furto a incentivá-los a cuidar com carinho deles próprios como um fator de sucesso no tratamento dos seus filhos.

Sim, a atenção com a saúde da mulher como um todo faz muito bem para o coração delas e dos seus filhos!

Bora fazer prevenção do câncer de mama!