Olá meus queridos. A medicina tem uma história repleta de informações cientificas e curiosidades, e hoje vou partilhar uma delas com vocês.

Na história da cirurgia cardíaca houve uma época em que o pensamento era de que o cirurgião que tentasse suturar uma ferida do coração perderia o respeito de seus colegas.


Theodore Billroth disse:

“A cirurgia do coração provavelmente atingiu os limites estabelecidos pela Natureza e para toda cirurgia: nenhum método novo … pode superar as dificuldades naturais que acometem uma ferida do coração.”

Felizmente Paget provou que estavam errados, em 1907 ele havia colecionado 124 casos de “sutura cardíaca” com 60% de mortalidade (vs. 90% pré-cirúrgico). Assim, a porta para cirurgia cardíaca foi aberta e nunca mais foi fechada.

Ainda bem que existem os inconformados com os limites impostos! Muito devemos a eles!!

– Dra. Vanessa Guimarães: Cardiologia pediátrica, UTI cirúrgica e Transplante Cardíaco –