Diabetes, hipertensão, colesterol alto e obesidade. Se essas doenças são preocupantes para a saúde do coração quando estão isoladas, imagine quando elas acontecem ao mesmo tempo numa pessoa!! Isso existe e se chama síndrome metabólica, um problema do metabolismo que é detonado, principalmente, a partir do excesso de gordura na região do abdômen e que evolui em cascata para a resistência à insulina, o diabetes e por aí vai.

A pessoa que tem a síndrome metabólica, ainda associada ao tabagismo e ao sedentarismo, possui um risco muito maior de ter infarto e AVC (acidente vascular cerebral) do que aquela que tem um ou outro fator de risco ou que é normal.

As causas da doença são uma combinação entre fatores genéticos e maus hábitos de vida que levam à obesidade, ao diabetes, ao colesterol alto e à hipertensão.

Crianças obesas ou com excesso de peso e sedentárias já apresentam alterações do metabolismo que, se não forem revertidas, aumentam em muito o risco de elas terem a síndrome quando forem jovens adultos.

Daí a importância da prevenção desde a infância. E a receita é muito simples: alimentação saudável e exercícios físicos.