Vocês sabiam que existe um teste simples e pouco invasivo, disponível pelo SUS, que pode salvar o coração do bebê?

É o teste do coraçãozinho, que deve ser realizado entre as 24 e 48 horas de vida do recém-nascido. E por que ele é importante e deve ser exigido na maternidade pelos pais?

Porque quanto mais cedo for diagnosticado o problema, mas rápido terá início o tratamento, retardando a progressão da doença ou seu agravamento.

Infelizmente não é isso o que acontece na maioria dos casos. No Brasil, menos de 50% dos cardiopatas congênitos são diagnosticados com o problema. Menos de 50%!!

Já pensou quantas vidas o teste do coraçãozinho pode salvar?