Por @emanuellecamolesi e Dra. Vanessa Guimarães CREMESP 118.641

Olá meus amores, tudo bem? Hoje temos mais um conteúdo produzido pelo Projeto Pupilos da Dra. Vanessa, falando sobre Taquicardia ventricular.

Taquicardia ventricular ocorre quando a atividade elétrica anormal causa contrações rápidas dos ventrículos e com isso o enchimento ventricular fica prejudicado gerando alto risco de morte cardíaca súbita.

As arritmias malignas e a ocorrência de morte súbita pode estar presentes em aproximadamente 1% de pacientes com Cardiopatia Congênita, em especial quando há lesões complexas como transposição de grandes artérias (TGA), ventrículo direito sistêmico após correção cirúrgica, obstruções ao ventrículo esquerdo (VE) como estenose aórtica (EAo) ou coarctação aórtica (CoAo) e tetralogia de Fallot (T4F).

A anamnese e o exame físico podem indicar risco aumentado, como na presença de palpitações rápidas, sintomas de insuficiência cardíaca e, especialmente, síncope inexplicada.

O cardiopediatra está apto a cuidar de casos como esse e deve ser consultado!


– Dra. Vanessa Guimarães: Cardiologia pediátrica, UTI cirúrgica e Transplante Cardíaco –