Por Dra. Vanessa Guimarães

Hoje vamos falar sobre ressonância magnética (RM), um exame que, ao invés de radiação, usa ondas eletromagnéticas para mostrar os órgãos em três dimensões e em funcionamento. Isso permite que eles sejam examinados em profundidade, camada a camada, e de vários ângulos diferentes: de frente, de lado ou de cima.

É por esse motivo que a ressonância é chamada de “padrão ouro”, ou o melhor método, para estudar o coração e suas funções em vários tipos de cardiopatias. Essa característica torna a RM de grande utilidade para avaliar, por exemplo, o músculo cardíaco e suas regiões de necrose, no caso de infarto, e de inflamação, quando a miocardite está presente. Ela também é a prova dos nove para estudar as artérias pulmonares em toda a sua extensão, assim como o ventrículo direito numa tetralogia de Fallot.


No caso das crianças, contudo, o exame exige o emprego de anestesia e, por consequência, de entubação ou uso de uma máscara laríngea, o que requer jejum e maior tempo de recuperação, depois do procedimento. Essa medida é necessária porque a RM exige total imobilidade do corpo por longo período de tempo, que pode chegar a até cerca de 1 hora, condição que é muito difícil de ser desempenhada pelos pequenos.

Outra questão importante, quando falamos sobre ressonância magnética, é a contraindicação do exame para pessoas que possuem no corpo implantes cocleares ou aparelhos eletromagnéticos como o marcapasso não compatível com RM, por exemplo. Para gerar o campo eletromagnético necessário para captar as imagens, a RM utiliza um imã de grandes proporções e poder, que atrai fortemente para si todos os objetos metais que estão perto de seu campo de ação.

Com essa orientação, termino aqui a minha série sobre exames em cardiopediatria, um assunto que costuma preocupar muitos os pais mas que, como vocês podem ver, é muito tranquilo quando bem orientado. Além da ressonância magnética, eu falei também do cateterismo, ecocardiograma, eletrocardiograma (repouso e de esforço), raio X e tomografia.

Confira as demais dicas e informações sempre em meu site www.dravanessaguimaraes.com.br