No dia 21/03 comemoramos o dia internacional da Síndrome de Down, dia esse que bota em foco divulgação de conhecimentos a respeito da síndrome, com diversos objetivos como melhores explicações sobre o que ela é e estimulando a inclusão dessas especiais pessoas na sociedade como um todo, bem como visar o bem estar e vida plena da criança e sua família.

É muito difundido que a síndrome é baseada na trissomia do cromossomo 21 e que hoje é a principal causa de deficiência intelectual na população, atingindo cerca de 1 a cada 800 nascimentos. Mas você sabia que há grande relação da síndrome com outras malformações, especialmente cardiopatias congênitas? Pois bem, como se não bastasse todas as características fenotípicas apresentadas por esses pacientes, infelizmente está fortemente associada com essas outras malformações.


Dentre as cardiopatias envolvidas, as principais são: Comunicação interatrial (CIA), comunicação interventricular (CIV) e defeito do septo atrioventricular (DSAV). Estima-se que a prevalência dessas 3 juntas seja de 40% a 50% entre os pacientes com Down.

Sendo assim, ao nascimento de uma criança com tal condição de vida, as dúvidas e incertezas são muitas, tanto quanto à saúde da criança quanto ao seu potencial de desenvolvimento. Deve-se enfatizar que o cuidado com o bebê e com a criança será compartilhado entre a família e a equipe multiprofissional, e que a família não estará sozinha e sem apoio neste processo.

Hoje temos diversos exemplos de pessoas com a condição de vida que tiveram conquistas fascinantes, como Luana Rolim de Moura (@ludcrolim),que tomou posse de vereadora por um dia em Santo Ângelo, sendo a primeira pessoa com Down a assumir o cargo no país, além de ser fisioterapeuta.

Espera-se que o cuidado integral com a saúde da pessoa com Down tenha como resultado final a manutenção da sua saúde física e mental, bem como o desenvolvimento da sua autonomia e inclusão social. Que em última análise se concretize em uma vida plena!

Por: @rafaantunes08 e Dra. Vanessa Guimarães CREMESP 118.641


– Dra. Vanessa Guimarães: Cardiologia pediátrica, UTI cirúrgica e Transplante Cardíaco –